quarta-feira, 23 de maio de 2012

Um duplo cá para casa se faz favor.

Hoje tencionava voltar. O computador foi para formatar. E eu estava ansiosa para ver se finalmente as coisas ficavam a funcionar. Mas hoje levei um baque que ainda não me recompus. O meu filho contou os degraus todas da entrada, vá, são só uns 7 ou 8 em marmore, mas o suficiente para me deixar num estado lastimável. Estavamos a espera do papá na entrada. Entretanto ele estava ao meu lado, mas chegou-se um bocadinho para o lado, desiquilibrou-se e foi com a cara a bater nos degraus até ao passeio e eu a não tentar cair por cima dele, a tentar apanhá-lo, a gritar pela minha vizinha. Ele ficou virado com a cara para o chão e barriga para baixo a chorar. Eu nem queria acreditar no cenário de terror que me esperava. pequei nele, completamente desesperada mas a tentar manter a calma. A minha vizinha a correr, a perguntar pelo gelo, eu digo-lhe que "deve estar na cozinha" DAH!!! Claro que estava lá, mas podia-me ter saido casa de banho. Enfim, toda eu tremia como uma vara verde. Agarrada a ele a tentar acalma-lo. É certo que ele pouco chorou, tem a testa numa lástima, só pisou. FELIZMENTE apesar da má sorte, tudo correu bem. Socorri-me logo do arnic, o milagroso e do gelo, e passados 2 minutos já ele corria pelo condomínio como se nada se passasse a brincar com a J. e com a M. E pronto, não ganhei para o susto, ainda estou a descarregar as emoções. Na hora tenho muito sangue frio, mas depois só me apetece deitar em posição fetal e esperar que este sentimento de culpa e irresponsabilidade passe. Sei que não podia fazer nada, sei que TODOS os dias estamos ali, mais do que muitas vezes, mas hoje aconteceu.

E é isso, a ver se amanhã, finalmente, consigo começar a orientar as coisas.

3 comentários:

na america profunda disse...

Um beijinho do tamanho do mundo para o meu afilhado e que recupere rapido e um beijinho especial para ti imagino o teu coracao
bjinhos nossos

Sandrinha disse...

Deve ser mesmo desesperante estar nessa situação! Mas, felizmente, não se magoou muito e isso é o mais importante!
Não te culpabilizes, essas coisas acontecem...

Beijinhos!

Magui disse...

Espero que já estejas refeita do susto! Um beijinho grande