domingo, 21 de outubro de 2012

Fazes hoje dois anos! (ou ontem quando deveria ter sido publicado)

Deixo-te estas palavras filho, para daqui a 20 anos quando as fores ler, saberes exactamente aquilo que eu penso aqui e agora, no atelier na garagem cá de casa, depois de me deitar às 3 da manhã para que toda a tua festa fosse perfeita e personalizada!

E eu lembro-me de todo o percurso até chegares aos meus braços. A esta hora já estava internada a espera que a Hora chegasse, queria-te conhecer, queria-te ter-te nos meus braços e queria conhecer a cara que imaginei ao longo dos 9 meses. Eras e és lindo! Superaste todas as expectativas!

Foi tudo tão difícil filho, foi uma mistura de sentimentos tão grande. Não te amei no momento em que te conheci e não te acolhi como uma Mãe acolhe um filho. E essa magoa carregarei até ao fim dos meus dias. Custou tanto, foi tanto sofrimento para te ter, mas valeu a pena! Valeu tanto a pena! Valeu a pena ter sofrido, valeu a pena todas as lágrimas que chorei!

Hoje fazes dois anos filho, e estás tão crescido! Tenho tanto orgulho quando olho para ti e sinto-me realizada como Mãe.

Gosto tanto das nossas conversas no carro, quando fazemos o percurso para a escola, e ao longo daqueles 15km, falamos da nossa vida, eu explico-te que não gosto de resmungar contigo, mas tu me obrigas, que eu tenho que te dar educação, e tu sempre tão atento ao que nós dizemos. Mesmo qe entre a 100 e saia a 200km/h, mas pronto, ouves-me! E dançamos, dançamos tanto filho que te vejo uma criança feliz! Quando te pergunto se queres ouvir a Maria ou o Vasco, e tu me respondes com a tua vozinha doce e meiga "o Vato" eu fico com um sorriso de felicidade por ver que o teu percurso é normal, que infelizmente tantas mães não passam por isto. E é isso que agradeço a Deus, o facto de seres uma criança perfeita e com um desenvolvimento normal. Quando te deito digo sempre "Obrigada meu Deus por ter um filho saudável e perfeito. Permite que seja sempre assim! Protegei sempre o meu menino!" e em seguida dou-te sempre um beijo na testa.

Começaste a dar os primeiros passos sozinho no dia 13 de Outubro de 2011, a uma semana de fazer 1 ano, e a 3 de Setembro de 2012, deixaste de usar fralda, nem imaginas o orgulho que tenho por termos conseguido deixar para trás as fraldas durante o dia. Claro que fazes um xixi de vez em quando nas calças, mas é tão de vez em quando que não faz mal :)

Já falas imenso filho, és um verdadeiro tagarela. Quando vamos no carro tu estás sempre a ver tudo o que nos rodeia, ainda não vimos o avião, e tu já gritas, "afião, afião mamã", e só te calas quando nós repetimos avião filho, é o avião. E o mesmo se repete para o "Tamião, o Tarro, a Queta a Mota, e o capatete" Na mota também tem sempre um shinhola" Mesmo que eu te diga que é um senhor, e tu repetes vezes sem conta "shinhola, shinhola", és teimoso!

Já chamas os bois pelo nome, assim como a Ofelha memé, o Pato, a Galinha, o Tão, o Gato, a Vaca, "Mamã olali a vaca, Muuuu", etc, já dizes o nome de todos os animais.

Depois vem a parte que mais gosta a "papinha" tu és doido pela papinha, tu brincas com as panelas, a nossa sala mais parece uma cozinha ambulante, tu tiras todas as panelas do armário e espalhas na sala, depois queres massa, "Mamã quelo matxa", eu dou e tu mexes no tacho com uma felicidade sem fim, se me perguntassem agora o que tu querias ser quando fosses grande eu diria cozinheiro, ou mais chique, chefe de cozinha!. Tu mexes, tu pões a mão e dizes "Tá quenti!" e sopras, como se estivesses mesmo no fogão, ah, hoje a tua prenda é uma cozinha miniatura para cozinhares enquanto eu cozinho. Assim pode ser que pares de pedir, "Mama Tolinho" enquanto eu estou no fogão para veres o que está dentro da panela, e lá dentro tu dizes: Matxa, ofo, pixi, tarrne, patata.

Gostas de bolo! E quando eu te digo vamos fazer um bolo tu perguntas: "Mamã um bolo booom? Bolo Grrande?" Eu digo sempre que sim, fazemos o bolo, sim porque eu ponho sempre um bocadinho de farinha e açúcar numa cambuca e tu ficas na tua mesa ao meu lado a mexer e a comer, farinha com açúcar, depois de o colocar no forno tu estás sempre, "Mamã tá tá? "É bolo booom!" É uma delicia verte a comer, assim como em tudo, mas tu comes tudo tão bem, não gostas muito de carne. A tua comida preferida é peixe cozido com batatas, ovo e bróculos. Feijoada detestas, não comes mesmo, assim como a manga. São as únicas coisas que não comes mesmo que estajas cheio de fome! Dizes o nome de quase todos os frutos, a "Ufa, taranja, pêla, citij, matxa, meixa...

A tua última descoberta foi o "buom dia, boua tadi, buona note, ofigada, e a melhor de todas e que eu adoro(!!!) o Fa Fa voli" Se tu soubesses o quanto dizeres se faz favor me deixa derretida passavas a vida a dizer :)

Também dizes Vovo, Vo Foli, Vo Zé, Paquito(o cão pincha da Vovó) que quando te dizemos para fazer miminho tu dás um abraço no telemóvel enquanto fechas as mãos e fazes um expressão meiga, o primo,quando chegamos da casa da vovó é do pior, passas a vida a perguntar pelo "pimo, o pimo" e choras, vê-se que ainda tão pequenino já gostas imenso do primo, a titi, o vovó. Dizem que as crianças tem memória curta, mas não é isso que eu acho que mesmo não vendo a nossa família do lado da mamã tu falas imenso neles. E adoração que tens pelo papá, ai, não vou escrever aqui o que me deixa triste (lol) mas ao mesmo tempo feliz, porque sei que estás sempre bem entregues quando vou no Carnaval com os primos para fora, este proximo ano não sei como vai ser, porque a mamã está desempregada, não quero imaginar como vai ser o teu futuro filho, mas o país nesta altura está virado do avesso, é só impostos e mais impostos, tanta, mas tanta gente desempregada, tanta gente a viver moserávelmente, e quando te pões a estragar comida eu fico furiosa, porque muita gente não tem dinheiro para comer, ainda esta semana numa escola negaram comida a um menino porque os pais não tinham 30€ para pagar a alimentação da criança, para teres noção do dinheiro que é, nesta altura o salário mínimo nacional é 485€. Espero que quando fores mais crescido tudo não passe de um mau periodo que o país atravessou.

E para terminar cantas a canção:) "Olá a bola Manéu, olá bola Manéu", eu continuo foi-se embora, e tu, dizes "fuxiu!"

Falas tanto filho, nem me consigo recordar de muitas mais coisas neste momento. E quando leres isto vais dizer que eu era uma chata e que me pus aqui a escrever. Mas e para ficar registado a tua evolução.


Filho já te disse que te Amo hoje, pois fica a saber que a Mamã te Ama mais do que alguma vez amou na vida!

Desejo apenas que sejas feliz pela vida fora, e NUNCA mas mesmo NUNCA deixes de fazer o que te faz feliz, não deixes de estar com quem te faz feliz, porque a Mãe vai ser feliz se te vir feliz independentemente das tuas escolhas!!! Ah filho, mas com juizo!

Amo-te heartheart

4 comentários:

Pepper disse...

Parabéns ao dois e que ele cresça saudável e feliz!

Magui disse...

Parabéns aos dois!

Saltos Altos Vermelhos disse...

Identifico-me tanto :) Parabéns :)

na america profunda disse...

Ai que lindo
e adorei ler este texto consigo imaginar o meu afilhado em cada frase que escreveste...
dias melhores virao e acredita e' o que eu digo todos os dias a minha tem o melhor do mundo uns pais que os amam muito, e esse amor nunca lhe faltara
bjinhos para voces em especial ao lindao
e quero ver fotos da festa imagino deve ter sido um espectaculo