quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Acabada de me levantar...









 E sem paciência para nada.

Como de costume preparei o S. para o levar a escola, gritei com ele, pelo meio ainda lhe dei uma palmada no rabo, :( , ele não fez nada de tão mal para berrar com ele. Esta situação do meu pai, é como se tivesse levado um muro no meio da testa e fosse empurrada para a sarjeta, é mesmo assim que me sinto! O N. acabou por levar o S. a escola, eu voltei para a cama, e lá fiquei até agora, e parece-me que dentro de minuros é para lá que vou voltar...

E é isto! Espero que seja apenas só mais um dia desde modo cabisbaixo...

Não fui para a cama! Levantei os braços, fui tomar um banho e fui ao centro de emprego buscar uma declaração. Fui ao banco levar moedas de 5, 2 e 1 cêntimos para depositar na conta do S.. Cheguei a casa e ainda tirei a roupa da máquina de secar e passei a ferro, fomos os dois buscar o nosso pimpolho (claro que lhe pedi desculpa pelo raspanete e palmada que lhe dei de manhã). Fomos a casa dos avós. Ele ficou lá, nós fomos ao Continente, e fomos jantar uma francesinha (mais uma esta semana) .

Assim se passou o dia. Entretanto pensei imenso sobre o meu pai, e vou fazer um post. Talvez seja mais um testamento, mas pode ser que me alivie a alma. Toda esta situação reavivou memórias que tinha guardadas, feridas quase saradas pelo modo amnésia que decidi ter, para conseguir seguir em frente.

2 comentários:

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Tb já me aconteceu fazer essas cenas pela manhã :( fico tão mal que já me baldei ao trabalho e o fui buscar

Evy Percebes disse...

És uma grande mulher Missblueeyes.
Mil beijinhos